Seja muito bem-vindo ao Copo de Letras!! Sirva-se sem moderação. ;)

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Coração Suturado


Por mais que você nunca tenha feito uma cirurgia ou sofrido um corte que precisasse de pontos, tenho certeza: você é um colecionador de suturas feitas ao longo da vida. Todo mundo as tem, visíveis ou não. Eu tive suturas na testa, no dedo anelar, no útero também. Outras, carrego comigo e às vezes elas doem feito cirurgia recente.

Onde foi a tua sutura mais escondida? Na vitória daquele vício que te envergonha? No teu filho drogado? Na decisão que sempre adiou? No casamento onde já morreu o amor?

No sim que você nunca se permitiu dizer? No aborto que você escondeu? Naquela traição que você nunca superou? Na promoção que não recebeu?

No não que te disseram sem a menor comoção? Na infertilidade que jamais superou? Naquela disputa que você perdeu? No suicídio que você cogitou?

No socorro que você não prestou? Na agressão que desferiu? No diagnóstico que você não aceitou? No sonho que você desistiu?

E onde é que dói mais a tua sutura? Nos teus pés, que não se arriscaram? Nas tuas mãos, que jamais se abriram? Na tua cabeça que não se deixou recostar no peito que te amava? Nos teus ouvidos, que se recusaram a ouvir? Nos joelhos, que jamais se ajoelharam? Nos teus olhos, que se fecharam para o novo ou no teu coração, que se faz de feliz, mas nada sente?