Seja muito bem-vindo ao Copo de Letras!! Sirva-se sem moderação. ;)

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Decifra-me ou...



Quando desvio os olhos,
pode ser que eu esteja me comunicando
Quando eu sorrio,
tanto posso estar sufocando o choro,
como posso estar mesmo sorrindo
Quando me faço de muralha,
pode ser que eu esteja precisando de colo
E nem sempre que eu falo em amor, estou amando
Às vezes sinto saudade apenas enquanto escrevo
Não escolhi a poesia: fui por ela escolhida
Não sei viver de maneira exata, 
sou abstrata, respiro entrelinhas
Minh'alma é enigmática, mas decifrável.

Nenhum comentário: