Seja muito bem-vindo ao Copo de Letras!! Sirva-se sem moderação. ;)

terça-feira, 14 de março de 2017

Paredes



Ao adentrares um coração pela primeira vez, 
não te contentes apenas em ir a todos os seus cômodos 
conferir se há alguma presença ali, escondida, 
mas peças licença ao dono 
e faças uma pequena prospecção em suas paredes 
Muitas presenças não são palpáveis, 
mas estão sob a tinta das paredes, 
onde foram escritos seus nomes, 
suas histórias, seus rabiscos e sonhos
Existem corações aparentemente vazios e dispostos a te acolher, 
mas estão carregados de ecos, cheiros, 
desejos e sons escondidos sob a tinta nova, sob o tapete, 
atrás dos quadros, na beiradinha do espelho, 
numa telha quebrada, numa toalha florida
A princípio o espaço parece livre para ti, mas tem dono,
ainda está ocupado por memórias que não morreram, 
e não podes mudar isso, posto que muito desejes
Contudo, caso ignores essa força que não se vê,
em pouco tempo em ti habitará o olhar de cobrança
Teus olhos, outrora brilhantes, confiantes,
hão de ser tristes e cansados,
insistentes em lutar com quem ali não mais reside,
mas presente está.

Nenhum comentário: